Não é distância social, conexão social.

Crises que paralisam x Crises que fortalecem
3 de abril de 2020
Tempo do tempo
13 de abril de 2020

Não é distância social, conexão social.

REFLEXÃO – Em tempos de coronavírus – 

Todos nós estamos discutindo a linguagem do “distanciamento social”.  Eu me senti muito desconfortável toda vez que escrevi ou falei sobre isso.  Um dos meus colegas, Ron, sugeriu outro termo:  “engajamento social seguro”.

Adoro isso, pois tenho pensado em nossos comportamentos atuais e precisamos nos conectar… Conexão segura. Sempre precisamos de conexão segura. Como seres humanos, precisamos de conexão e engajamento social.  A segurança tem muitas formas e difere dependendo dos contextos, contudo, aqui nos encontramos… com uma nova necessidade de segurança. Ainda precisamos da conexão.

O afastamento é uma maneira comum de gerenciar ansiedade e medo. Afastamento e distanciamento não ajudarão nos nossos medos. Imagino o que faríamos pelos nossos medos se tivéssemos a mentalidade de conexão, durante esse tempo, não de distanciamento, pelo contrário, possibilidade de nos unirmos e reunirmos.

É necessário reunir-se em qualquer momento de crise. Toda distância afetará a todos nós. Talvez devêssemos reservar um tempo para usar esta crise como uma oportunidade. Estenda a mão e toque alguém de uma maneira diferente. Podemos não ver as pessoas cara a cara, pessoalmente, ver um sorriso ou receber um abraço ou beijo;  mas, ainda podemos ver e ligar uns para os outros, usar nosso humor, ser criativo e compartilhar pensamentos, humor, música e ideias, ter ligações em grupo, enfrentar o tempo, deixar as pessoas saberem o que estamos pensando nelas… obviamente, a lista continua. E não apenas falar sobre a Coronavírus!

Vamos aumentar nossa conexão e engajamento; todos temos mais tempo e precisamos disso agora, acho que ajudará.

Mary Jo Barrett 
Mestre em Serviço Social pela Universidade de Illinois
Diretora Executiva e Cofundadora do Centro para a Mudança Contextual
Docente na Universidade de Chicago, no Chicago Center for Family Health e no Instituto da Família da Universidade Northwestern

 

1 Comment

  1. Kárdia disse:

    Adorei o termo “engajamento social seguro”. Vou implantar no meu vocabulário. Que saibamos desenvolver nossa resiliencia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Perdeu sua senha?

Carrinho

Seu carrinho está vazio.