ALIENAÇÃO PARENTAL: Complexidades e desafios

Atualização em Terapia de Casal e Família em Viagem de Estudos
6 de agosto de 2016
Congresso Brasileiro de Terapia Familiar
8 de setembro de 2017

É cada vez maior o número de famílias envolvidas em crises que demandam o suporte de algum profissional de ajuda. Uma dessas crises pode estar relacionada à Alienação Parental, um fenômeno no qual um dos genitores denigre, desqualifica, imputa acusações infundadas ao outro com o objetivo de afastá-lo dos filhos.

Esse fenômeno, como objeto de estudo da psicologia, é um campo relativamente novo e quem desconhece os seus enredos pode produzir pareceres e intervenções incorretos. Assim também, a crescente judicialização dos conflitos familiares gerou uma demanda de profissionais que necessitam estar capacitados para atuar na interface com o direito, seja na área da perícia psicológica, da orientação ou da intervenção terapêutica.

Para suprir esta necessidade de conhecimento e aperfeiçoamento quanto ao assunto, o Instituto da Família – FTSA promove um Minicurso para tratar o tema ALIENAÇÃO PARENTAL , complexidades e desafios, com Ruth Lass.

Ruth Lass é Mestre em Psicologia Forense, Psicóloga Clínica: terapeuta de casais, famílias e indivíduos e possui Formação em terapia familiar, terapia narrativa e mediação de conflitos. Atuou no Departamento de Psicologia de Universidades como UFPR, PUC –PR e no Instituto da Família – FTSA e, como membro da diretoria da Abratef – Associação Brasileira de Terapia Familiar.
Confira abaixo, em perguntas e respostas, um pouco mais sobre o que será abordado no Minicurso:

QUAL O OBJETIVO DESSE CURSO?
Capacitar os participantes para que sejam capazes de identificar o fenômeno da alienação parental, suas principais características e seus diferentes níveis; diferenciar alienação parental de abuso real; reconhecer características de personalidade e estratégias dos alienadores parentais e conhecer as diversas áreas de atuação do psicólogo frente à alienação parental.

EXPLIQUE MELHOR O QUE É ALIENAÇÃO PARENTAL?
Alienação parental é um fenômeno no qual um dos genitores denigre, desqualifica, imputa acusações infundadas ao outro genitor com o objetivo de afastá-lo do filho ou dos filhos. A motivação subjacente é geralmente vingança, o desejo de punir o outro. Mas, existem outros elementos que estão em jogo nessa dinâmica. A alienação somente é efetivada quando a criança é cooptada nesse processo, rejeitando e afastando-se do genitor alvo, acreditando que de fato ele se constitui numa ameaça e merece ser ceifado de seu convívio. Interessante ressaltar que embora haja homens alienadores, a maioria dos casos de alienação parental é perpetrada por mulheres. Por que seria?

POR QUE O PSICÓLOGO PRECISA SABER SOBRE ALIENAÇÃO PARENTAL?
Para, por exemplo, não ser enredado na narrativa convincente de um alienador sobre uma alegação de abuso. A criança pode reproduzir o discurso do adulto como se fosse dela própria fazendo com que o profissional acredite que houve de fato um abuso ou uma negligência. Atrelado ao mito de que a criança diz sempre a verdade, o profissional que desconhece os meandros do fenômeno pode equivocadamente se aliar ao alienador alimentando o processo de alienação.

Minicurso: ALIENAÇÃO PARENTAL: Complexidades e desafios
Data: 16 e 17 de março/2018
Horários: Sexta-feira 19h às 22h30 e Sábado 8h30 às 12h e das 13h10 às 18h.
Valor: R$ 408,00. Pagamento no vencimento tem desconto, reduzindo para R$ 367,00.
Pagamento: Boleto bancário (gerado automaticamente e enviado para o e-mail cadastrado).
Vagas limitadas: 30 (mínimo).
* As inscrições deverão ser realizadas até o dia 13/03 pelo site ( clique aqui ).
* Este é um Curso de Extensão, de curta duração; também conhecido como “curso livre” e tem como requisito ser graduado.
* Podem candidatar-se: Profissionais graduados nas áreas da ciência: Humana, Social e Saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Perdeu sua senha?

Carrinho

Seu carrinho está vazio.